A primeira vez a gente não esquece…

Chromebook Acer

Hoje completam 5 dias que estou usando um Chromebook como computador principal para as tarefas do dia a dia. Confesso que a adaptação está mais fácil do que eu esperava. O Chrome OS tem se mostrado um sistema bem intuitivo e de fácil aprendizagem, o que me deixa mais tranquilo para arriscar algumas tarefas um pouco mais complexas em breve. O primeiro boot foi mais simples do que imaginei. Não houve necessidade de configurar teclado, idioma, nem interface. Tudo funciona com maestria. Realmente cumpre o propósito da simplicidade e facilidade. Entretanto, nem tudo são flores.

Teclado padrão Brasileiro Chromebook

Não sei se é um caso específico do modelo que escolhi mas, uma das dificuldades que encontrei é a adaptação ao teclado. Em que pese seja um teclado já pensado para o idioma português (comprei um modelo nacional), algumas teclas de pontuação e acentuação ficam em local diverso do “padrão Windows”, o que nos leva a cometer alguns erros enquanto se digita. Com isso a produtividade fica um pouco prejudicada, pois, há a necessidade de voltar no que foi digitado para corrigir. Sei que é uma questão de adaptação, mas seria muito mais interessante e fácil se o teclado seguisse o padrão que estamos acostumados. Outro ponto que também envolve teclado se trata da ausência de botões dedicados para determinadas tarefas simples, como manter o texto todo em Caixa Alta (caps lock) ou realizar um print de tela (print screen), o que nos força a decorar alguns “atalhos” ou combinações de teclas para utilizar essas funções (falarei desses recursos em outro post). Enfim, não é uma coisa que inviabilize o uso, mas torna o processo um pouco mais complexo do que deveria ser. Comparando com o Windows, sistema que uso há anos, o uso do teclado é um pouco mais complexo do que eu gostaria.

Um ponto que gerou bastante dúvida no meu ciclo de amizades e, creio eu, seja um temor recorrente, é a ausência de programas ou aplicações especificas para realizar determinadas tarefas. Neste quesito eu poso garantir que não senti falta de nada que tenha no Windows. O que não existe em aplicativos para o Chrome, existe na Play Store, como aplicativo Android. Ressalto que ainda não tentei trabalhos que exigem mais processamento, como edição de vídeos ou fotos, mas, pela gama de aplicações disponíveis, creio que seja perfeitamente possível e pretendo tentar em breve algo mais complexo. Por hora, estou me limitando a aprender mais sobre o sistema e suas funcionalidades.

Para uma primeira vista do sistema, posso dizer que estou apaixonado. Comparando com a primeira vez que usei o Windows, a adaptação está mais prazerosa e empolgante. O medo do novo cedeu lugar à ansia por fazer mais e tirar o máximo que conseguir dessa ferramenta. Que venham os próximos desafios. Até o próximo post.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.